Aurora Polar

No hemisfério norte é conhecida como Aurora Boreal, nome dado por Galileu Galilei, em uma referência à deusa romana do amanhecer Aurora e ao Titã dos ventos Bóreas e no hemisfério sul é conhecida como Aurora Astral,nome dado por James Cook, uma referência direta ao fato de estar ao Sul.
As auroras boreal e austral são fenômenos visuais que ocorrem nas regiões polares de nosso planeta. Podem ser visualizadas, no período noturno ou final de tarde, a olho nu nas regiões onde ocorrem. São verdadeiros shows de luzes coloridas e brilhantes, que ocorrem em função do contato dos ventos solares com o campo magnético da Terra.
A maioria das auroras tem formas de tiras e cortinas.As curvas e as extensões dependem do grau de atividade. Estes fenômenos são mais comuns entre os meses de fevereiro, março, abril, setembro e outubro.
A aurora boreal pode aparecer em vários formatos: pontos luminosos, faixas no sentido horizontal ou circulares. Porém, aparecem sempre alinhados ao campo magnético terrestre.
As cores podem variar muito como, por exemplo, vermelha, laranja, azul, verde e amarelo.
Em momentos de tempestades solares, a Terra é atingida por grande quantidade de ventos solares. Nestes momentos as auroras são mais comuns.
Porém, se por um lado somos agraciados com este lindo show de luzes da natureza, por outro somos prejudicados. Estes ventos solares interferem em meios de comunicação (sinais de televisão, radares, telefonia, satélites) e sistemas eletrônicos diversos.

"Os melhores pontos (chamados pontos de auge) para a observação de auroras encontram-se no Canadá para auroras boreais e na ilha da Tasmânia ou sul da Nova Zelândia para auroras austrais."
A cidade de TROMSO, chamada de Capital da Aurora Boreal, fica no extremo norte da Noruega e se situa exatamente no centro do que os cientistas chamam de cinturão da Aurora Boreal.Lendas:

Coisa Demoníaca
Os Esquimós Point Barrow foram os únicos Esquimós que consideravam a Aurora algo demoníaco. No passado, eles carregavam facas para mantê-la longe deles.
Presságio de Longe
Os indígenas Fox, que viviam em Wisconsin, achavam que as luzes eram um presságio de guerra. Para eles, as luzes eram os fantasmas de seus inimigos que, famintos por vingança, tentavam voltar.
Espíritos Dançantes
Os indígenas Salteaus, do leste do Canadá, e sudeste do Alaska interpretavam as luzes do norte como espíritos humanos dançantes. Os Esquimós que viviam no Yukon River acreditavam que a Aurora era a dança de um espírito de um animal.
Jogo de Bola
A maioria dos Esquimós achavam que as luzes do norte eram espíritos jogando bola com um crânio de uma morsa. Os Esquimós de Nunivak Island tinha a idéia oposta, achavam que eram espíritos de morsa brincando um crânio humano.
Espíritos de Crianças
Os Esquimós Greenland achavam que a Aurora era espíritos de crianças que haviam morrido no nascimento. A dança das crianças causavam o movimento contínuo da Aurora.
Potes
Os Mandan, de North Dakota explicavam as luzes do norte como fogo, que ocorria quando guerreiros das nações do norte guardavam seus inimigos mortos em potes. Os indígenas Menominee de Wisconsin achavam que as luzes eram tochas usadas por gigantes no norte, que queriam pescar.
Uma Lembrança do Criador
Uma lenda dos Alonqin, diz que quando Nanahbozho (o criador da Terra) terminou sua tarefa de criação, ele viajou até o norte, onde ele permaneceu. Ele construiu grandes fogueiras, e as luzes do norte eram seus reflexos, para lembrar as pessoas que ele ainda se lembra delas.
22/12/2006 - 16h54m
Fotografia foi feita a bordo do ônibus espacial Discovery.

{ 3 Comentários... Skip ke Kotak Komentar }

Blog Menu Mulher disse...

Post muito bom, porém um tanto extenso.

lioness disse...

As imagens são lindas! Amei o assunto.

moniquebrasil disse...

Eu nunca vi uma.Que pena!
lembra Deus.

 

Banner



About

Mãe e Filho que gostam de se manter informados e inteirados sobre diversos tipos de assuntos. Alguns bem diferentes. Entre e venha compartilhar conosco, curta, comente e de sugestões.
MDiversidades © 2012 | Template By Jasriman Sukri